• Início
  • Prémio Universidade Lusófona em Dermofarmácia

Prémio Universidade Lusófona em Dermofarmácia

Condições Gerais

  1. A ALIES – Associação Lusófona para o Desenvolvimento da investigação e Ensino em Ciências da Saúde atribui o Prémio Universidade Lusófona em Dermofarmácia, patrocinado por uma empresa de comércio / industria cosmética e/ou farmacêutica.
  2. Este prémio pode ter caracter anual ou outro, de acordo com a periodicidade estabelecida entre as partes
  3. O montante do prémio estabelece-se em 1000 (mil) Euros e destina-se, em montantes iguais (500 Euros)
    1. a auxiliar as actividades de desenvolvimento, inovação e investigação que vêm sido promovidas pela ALIES
    2. a distinguir o melhor trabalho (experimental ou desenvolvido em contexto monográfico) produzido nos domínios relacionados por equipas nacionais, ou internacionais desde que lideradas por portugueses
  4. Podem candidatar-se a este Prémio todos aqueles que, de qualquer forma, participam em actividades de I&D em instituições nacionais, publicas ou privadas, ou internacionais desde que lideradas por portugueses. A submissão dos trabalhos candidatos, terá lugar até 31 de Outubro do ano a que diz respeito
  5. O trabalho deverá ser apresentado sob a forma de artigo científico, atendendo às instruções que, para referência, se resumem na revista bilingue, com revisão, Biomedical & Biopharmaceutical Research / Jornal de Investigação Biomédica e Biofarmacêutica
  6. A revista Biomedical & Biopharmaceutical Research / Jornal de Investigação Biomédica e Biofarmacêutica publicará o trabalho premiado, detendo sobre ele todos os direitos
  7. O Júri que atribuirá o prémio será constituído por quatro elementos, incluindo o Director da ALIES que presidirá, dois docentes das Unidades Curriculares de Dermofarmácia, de Cosmetologia do Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, ou de outras incluídas no Mestrado em Ciências Dermatocosméticas da Universidade Lusófona, e um representante do patrocinador
  8. A entrega formal do Prémio terá lugar no dia da Universidade Lusófona, sendo anunciado até final do ano civil (31 de Dezembro) do ano em curso
  9. Caso entenda que os projectos em concurso não possuem mérito suficiente, o Júri não atribuirá o Prémio. Neste caso, o quantitativo em causa terá o destino que o patrocinador entender dever dar-lhe
  10. O patrocinador do Prémio Universidade Lusófona em Dermofarmácia será considerado como patrocinador principal de todas as actividades promovidas neste âmbito, pela ALIES, no período de vigência do Prémio
  11. Para o ano de 2014 o Prémio Universidade Lusófona em Dermofarmácia será designado por Prémio Universidade Lusófona – OFICINAL em Dermofarmácia assegurado – pela Saninter Grupo

Lisboa, Abril de 2013